O lance…

O lance sobre ler a bíblia é que, não importa o que você está vivendo no momento, sempre tem algo que se encaixa! Incrível! Sabe quando vc está ouvindo escondidinho aquela música cafoninha como eu faço de vez em quando, aquela que todo mundo tira sarro, mas que, não importa que dia do ano, sempre tem uma parte que combina com aquilo que você está vivendo no momento? Então, assim é a Bíblia. A palavra de Deus sempre tem algo pra nos dizer, confortar, motivar… E o que mais me impressiona é o fato de que as músicas cafonas podem falar com agente mas, quando se diz que é a palavra de Deus, aí o gato se arrepia e mostra as unhas. Nunca ví povo se apavorar, incrível!

Mas, o motivo de escrever hj não é esse. Há algum tempo eu passei momentos muito difíceis na minha vida, no meu casamento. E sempre que eu lia o texto de 1Coríntios 13, um frescor vinha em meu coração. Era como se Deus me falasse que eu sei a realidade do amor que existe entre meu Marido Lindo e eu e que o amor real sobrevive a tudo que o mundo diz que não! Se o mundo diz que não tem amor que suporta tal coisa, Deus diz que, se esse amor é real, ele suporta. Basta crer Nele! E eu creio. Hoje, quando leio esse texto, sinto um afago de Deus, como dizendo “Viu, Minha filha amada. Esse é o amor que Eu dei pra vocês. Esse é o amor que sustenta a sua família e o seu lar. Seja feliz!” E quer saber? Eu não podia ser mais feliz!!! Quero dividir esse texto com vocês que lêem, por algum motivo, o meu humilde “brog” .

Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria. O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha (…) Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.

Sem amor, nada faria sentido. Ainda bem que Deus me ensinou a amar…  #ObrigadaSenhor!

 

Anúncios

2010 foi…

O ano em minha vida. Fiz e mantive mudanças que jamais pensei que faria… Mudei, em vários sentidos. De trabalho, de ares, de casa, de cidade, de igreja, de supermercado… Isso poderia ir looonge. Fui parar em Curitiba, quem diria! Mas o que me importa de verdade é que, mesmo com as diferenças, adaptações, saudades batendo na porta a cada minuto, foi a melhor coisa que poderia ter acontecido com a minha família. Digamos que, finalmente, andamos com as próprias pernas, medindo nossos passos como achamos melhor. Não digo isso ingratamente e desmerecendo toda a ajuda que já recebemos. Isso foi o que nos manteve como família, sem ajuda, não teríamos chegado onde chegamos. FATO. Mas também, não posso negar que o fato de tomarmos nossas decisões independente do que os outros têm em mente, fez toda a diferença. E eu digo isso nas menores coisas. O que vamos fazer no fim de semana, onde vamos passar o feriado, o que vamos comer amanhã… Muitas vezes pensávamos nessas coisas já incluindo outras pessoas. Não nos permitámos pensar em nós, somente. Não sabíamos aproveitar um ao outro. Sempre tinha que ter algum amigo ou familiar por perto. Agora, aprendemos a estar juntos, e saber aproveitar cada segundo disso. Hoje posso dizer que somos dependentes, sim. Mais que nunca. Mas agora, dependemos única e totalmente de Deus. É ele quem toma parte de nossas decisões. E quer saber o que? Estou mais que feliz com isso! Aprendi a olha pro meu marido com outros olhos e a aproveitar meus filhos, curtindo o melhor de cada um deles, e isso, não tem dinheiro no mundo que pague!

Quanto a saudade? Essa agente administra! E viva a geração Skype… Não fosse ele, minha conta telefônica seria astronômica, ligações seriam seletivas e curtas. Maaassss, com as “Maravilhas Tecnológicas” de hoje, ligo pras amigas de todos os lugares que quero, pra família, e tudo isso, na hora em que sinto vontade [Obrigada Deus!]

Descobri, de maneira não muito boa, que nem sempre vou encontrar pessoas tão acolhedoras como em minha querida cidade (Campo Grande – MS), mas que isso faz parte da vida e, por isso, tenho que contar ainda mais com minha família e Deus. Ter descoberto isso não tornou as coisas menos dolorosas, mas, mais simples de se aceitar. Descobri que nem sempre vai valer a pena trabalhar em um lugar por que você acha que é bom. Ás vezes, é melhor estar fora que em um ambiente onde as pessoas preferem pisar umas nas outras pelo simples prazer de fazer o dia de alguém mais difícil. Aprendi que quando se está livre, as melhores oportunidades têm maiores chances e, junto delas, vêm grande aprendizado e chances de conhecer pessoas maravilhosas!

Consegui ver que, pra ser amigo, não necessáriamente tenho que estar ao lado de alguém sempre, e vice-versa, mas que o simples fato de eu saber que ela tem um problema, orar por ela, e dizer me lembro, já faz de mim alguém na vida de alguém! Entendi que amor não é presença, mas é dedicação. É me dedicar a ligar, amar, orar, pensar, chorar, dividir, sorrir, pedir… Todas essas coisas e muito mais, sempre que possível por que, infelizmente, não posso fazer tudo o tempo todo. Não sou a Mulher Maravilha, certo Cyn?! E graças a Deus descobri isso em tempo de não ficar totalmente maluca!

Em fim… O ano de 2010 foi… E 2011 chegou. Sem promessas impossíveis de se cumprir, sem grandes espectativas pra evitar as também grandes e possíveis frustrações. Este ano chegou, pra mim, cheio de sonhos e planos que estão nas mão Daquele que é o Único que pode realizar pra mim: Deus. Um novo ano com pessoas que são novas a cada dia, não simplesmente num momento de festa onde todo mundo diz isso só por que é tradição. Neste caso, nem foi dito, mas foi guardado no coração a disposição de fazer deste ano, algo ainda melhor do que fizemos no passado.

Essa sou eu. Essa é minha família. Esse é o nosso Deus. Essa é a nossa vida. Espero que este seja, mais que o passado, o nosso ANO!

#VaiQueÉSuaDeus!!!

Da Natureza.

É da natureza do ser humano falar sobre aquilo que, direta ou indiretamente, lhe é experimentado. Assim sendo, muito possivelmente, passarei a escrever muito mais sobre saudade que o normal. Mesmo que não propositalmente, afinal, acabamos por fazer o que é desejo do nosso coração ainda que não seja planejado.

As coisas aconteceram. Mais difíceis que o esperado, com obstáculos maiores que o previsto, com algumas crises de desespero e físico expressando aquele sentimento que não consegue ser verbalizado. Tudo muito maravilhoso. Sim, isso mesmo! Toda essa confusão foi maravilhosa porque foi nela que Deus pode manifestar seu poder e sua misericórdia por nós, e eu, pude exercitar minha Fé e dependência Dele. E isso não é fácil, por isso tento tirar proveito das situações mais complicadas pra colocar em prática tudo que tenho aprendido na Palavra de Deus. E praticar a Palavra de Deus é NÃO ir na onda “da natureza”humana. O coração do homem é enganoso! Mas, enfim, tudo deu certo e estamos em Curitiba!

A mudança de Campo Grande pra cá, foi exaustiva… Algumas coisas quebram, outras vão pras caixas quando deveriam ficar, outras simplesmente desaparecem e vão para um universo paralelo dos achados e perdidos. Imagino que seja isso, já que não ficou lá e nem veio pra cá. Que os duendes aproveitem bastante tudo que levaram, hehehehe!

No dia de pegar as chaves do nosso apto, uma semaninha antes de eu e meus filhotes pegarmos o avião só com a passagem de ida, a imobiliária resolveu que não aceitaria mais o nosso contrato que já estava assinado, autenticado e entregue pra eles. Motivo? “Questões burocráticas” foi o que eles alegaram… Tenho pra mim que essa burocracia foi, na verdade, uma proposta maior que a nossa. Neste momento, desespero já era pouco pra nos descrever!

Mas Deus, em sua infinita Graça e Sabedoria, já tinha nos preparado algo muito melhor!  \o/

Ficamos com um apto liiiindoooo! Estou apaixonada! Claro que chegar até aqui com a nossa mudança foi a aventura do ano! Eu disse ao Marido Lindo que nunca mais quero voltar pra Campo Grande só pra não ter que fazer mudança novamente! Só por Jesus e muito chá de camomila com cidreira e erva doce pra se manter controlado em meio a tantos acontecimentos.

Hoje, estamos com nosso lar semi pronto. Ainda falta colocar algumas coisas no lugar, mas tenho ido com calma. Estamos aqui e nossas famílias lá. Ainda não entrei em pânico e desespero absolutodeu pra sentir uma saudade desesperadora mas, saber que estamos tão longe uns dos outros, certamente faz com que bata um certo medo. Não é mais todo dia que der vontade que eu vou poder ver as pessoas que amo, não é mais todo sábado que vou encontrar aquele casal de amigos especiais (que por sinal, estão gravidíssimos- parabéns Cyntia e Fábio!), não é mais todo domingo que teremos a certeza de que vamos encontrar todos aqueles que cativamos e nos cativaram… Agora, o que tenho presente todos os dias são a saudade, as boas lembranças – e as más também porque elas nos dão força e nos lembram de que podemos superar os problemas, e a vontade de dar um abraço forte naqueles que não vão mais poder estar tão perto quanto gostaríamos que estivessem. E junto disso, tem também as descobertas de novas amizades que sei que Deus já está providenciando, dos novos níveis de relacionamento entre nossa família, entre o Marido Lindo e eu como um casal e, principalmente, do relacionamento com Deus.

Sei que tudo que temos vivenciado é para o nosso crescimento e que tudo que ainda está por vir, tem o dedo Dele pra nos suprir e nos fazer crescer… Fico feliz em saber que, finalmente, estamos crescendo e as pessoas que nos amam também podem ver isso.

Agora, nos resta esperar pela obra que ainda não está completa, e ver no que vai resultar!

Bola pra frente e bora terminar logo de desencaixotar as coisas por que não aguento mais tanta caixa esparramada pela casa… Té a próxima!


Ao aniversária da minha Mamãe!

Bom, resolvi reunir as duas coisas que mais gosto de fazer – escrever e ler – para falar de uma pessoa sem a qual eu, sem dúvidas, não existiria.

Mãe,

Hoje não é simplesmente um aniversário. É o SEU aniversário e, ainda mais que isso, é o seu aniversário que antecede anos de completa novidade e completo desconhecido em nossas vidas. É o início de um ano de grandes vitórias e surpresas (boas, claro!). Vitórias minha, do Vini… Não. Vitórias sua. Antes de ser de qualquer pessoa, antes de qualquer um que sofreu, que correu, que ralou, que lutou, está você. Que mesmo quando gritamos, negamos, batemos portas, discutimos e desobedecemos, seus joelhos nos sustentaram com suas orações. Foram seus joelhos e suas orações que ajudaram a salvar minha família de grandes quedas. Mais que isso, salvar minha própria vida de uma queda que, não fosse pela sua insistência em me fazer ceder, poderia ser sem retorno e de arrependimentos mais dolorosos que eu possa imaginar. Mas aí pensa-se que relembrar momentos difíceis não é bem o melhor presente que se dá, não é?!

Na verdade, repassar a memória pelos momentos difíceis é relembrar nossas vitórias e nos fortalecer para as dificuldades que estão por vir. Tanto as previstas quanto as imprevistas. Além do mais, não posso deixar passar a oportunidade de honrar. Deus diz que os humilhados serão exaltados, e esta é uma grande verdade! Aprendi com você, mãe, a seguir a Palavra de Deus e ser fiel e obediente sem hesitar pois, aquilo que Deus manda, jamais é sem sentido. E hoje quero honrar minha parentela, e não simplesmente porque manda a Bíblia, mas por que é de grande agrado ao meu coração.

Mulher valorosa, de grande sabedoria e serva fiel do Senhor, me ensinou a ser mãe. Talvez não seja mãe como ela, já que ninguém é igual a ninguém. Mas as coisas mais importantes aprendi vivenciando suas mudanças passo a passo. Aprendi que mãe não tem que ser perfeita. Que filhos são injustos e, mesmo assim, nosso amor incondicional por eles, jamais nos deixa guardar qualquer tipo de rancor. Aprendi que sozinha, eu não sou ninguém, e não vou a lugar algum. Aprendi, no momento mais difícil de toda minha vida, que a minha Melhor Amiga estava bem ali ao meu lado, dizendo tudo que eu precisava ouvir, não apenas aquilo que não me faria sofrer, me tirando da cama quando tudo que eu mais queria era ficar nela bem escondida até eu poder desaparecer. Aprendi que quando se tem uma pessoa difícil a quem muito se ama, não adianta querermos que ela mude. Só muda quem tem intimidade com Deus. Só tem intimidade com Deus, quem quer. Logo, só muda quem quer. Assim, devo aprender a filtrar aquilo que guardo em meu coração para não criar sentimentos ruins e fazer com que o amor vire disputa com aquela pessoa tão amada. Aprendi que muitas vezes, não queremos ver o que acontece ao nosso redor, mas que Deus, quando andamos junto Dele, nos faz enxergar, independente da nossa vontade por que o que realmente vale, é a vontade Dele e ponto final. Aprendi que muitas vezes o que nossos pais nos forçam a fazer, pode ser aquilo que vai te ajudar a sustentar tua casa, e que não adianta pensarmos que sabemos o que nos é melhor na vida por que isso não é verdade. E não ache que eu descobri isso por que hoje sou mãe de três, não. Aprendi isso na minha própria vida e na minha relação com a minha mãe. Ela ainda é quem tem os melhores conselhos pra me dar. Aprendi a ter responsabilidade sobre os meus atos, afinal, “quem pariu Mateus, que o embale…” Apesar de nenhum dos meus se chamar Mateus!

Aprendi a ser mulher, a ter valores e demonstrar valores. A respeitar e me fazer respeitada. A educar e ser educada. Aprendi, na verdade, a ser um ser-humano de qualidade, coisa que hoje não é muito comum nesse mundo de ponta cabeça em que vivemos. Digo que devo tudo o que sou a Deus, em primeiro lugar, e a minha mãe…

Obrigada por ser tudo de melhor: por ser mãe, vóinha, tia-Célia, minha mais importante mentora e conselheira. Obrigada por usar em mim tudo que aprende, seja na vida ou na escola. Obrigada por ser meu exemplo e meu orgulho. Me senti um balão de tão cheia de orgulho no dia de sua formatura!!! Obrigada por falar, obrigada por me ouvir e, mais ainda, obrigada por compreender. Mesmo quando estou mal humorada! Obrigada pela liberdade de me dizer e ouvir coisas que são tão importantes e, no final das contas, tão divertidas também. Afinal, só agora caiu a ficha de que minha mãe, não é só mãe. É também mulher. E como tal, tem experiências de todos os tipos. Obrigada por dividir todas elas comigo. Mesmo quando, como consequência, vem as cuecas de tamanho G!

Obrigada mãe. Simplesmente por ser tudo o que você é! Eu teria coisas infinitas para escrever aqui, mas o que ficou de fora, vou resumir de uma maneira que sei que não vai se esquecer jamais: Eu amo você!!!


Ai, ai, ai, ai…Está chegando a horaaa…

Exatamente isso… Está chegando o momento da partida do Marido Lindo e eu, com todas as emoções á flor da pele, estou quase tendo um treco. Tô com o coração na mão! Mas me controlo pra não fazer feio. Ah, gente… vamos fazer as considerações, né! Pode até parecer frescura ou exagero, mas tente se colocar no meu lugar! Nem nos nossos piores momentos ficamos sem nos ver, pessoalmente, mais que um final de semana! Estamos juntos desde nossos 15 aninhos… Hoje temos 26! Olha só quanto tempo junto!!! Serão dois meses separados usando a Santa Internet como contato diário… Graças ao meu bom Deus, ele volta para o Natal (ele não é nem louco de ficar por lá… nem que voltasse à pé, mas voltaria!!!), e fica até o dia 10 de Jan porque o novo patrão dele é muito gente fina e estará de recesso até tal data.

Estou agora na missão de arrumar todas as coisas dele para que no nosso chá de despedida neste sábado, já esteja tudo certinho pra ele pegar o vôo às 3 da manhã de domingo.

Continuem orando por nós, pra que dê tudo certo lá e pra que nós possamos sofrer um pouco menos que achamos que vamos, nesse tempo que estaremos distantes um do outro. Aos que estão aqui, não se esqueçam de mim, viu… Podem ligar ou aparecer de vez em quando que vou ficar muito feliz!

Ah!!! Espero vcs lá no sábado!!!

Agora, é só Deus mesmo…  #OProblemaNaoÉMaisMeu!!!


De Nerd e Louco, todo mundo tem um pouco!

Apple-Replaced-PC [DesktopNexus.com]

Ai, tá bom, tá bom… Eu sei que a frase não é assim, mas eu fiz uma pequena adaptação para a vida real! Aos que leram about me, sabem que minha veia nerd é bem cultivada pelo Marido Lindo que é da área e que, assim sendo, tenho minhas regalias tecnológicas. Sim, sou mal acostumada com o que é bom! YES, I replaced my PC!!! (lê-se “SIM, eu troquei meu PC!!!). Hoje posso dizer que Windows é coisa do passado e que sou mais feliz por ter conhecido “pessoalmente” o Mac. Sou a feliz, felissíssima, muito mesmo feliz possuidora de umMacBook branquinho e liiindooo!!! As diferenças são simples, mas marcantes e, uma vez conhecidas, dificilmente você quer voltar ao passado. Salvo os travados seres que não gostam de mudanças… Isso é pessoal! Gosto muito da praticidade e, não tenho como negar, sou download maniac… Isso abala as estruturas de qualquer computador. De maneiras diferentes mais abala. Principalmente por causa de vírus que sempre vem de presente com os downloads que fazemos. Esse foi meu primeiro encanto: Vírus não me abala! Já tive o prazer de abrir aqueles emails de span que agente sempre recebe com “fotos comprometedoras”, que são nada mais, nada menos que um belo vírus, só pelo prazer de abrir e saber que meu Mac não seria afetado. A estrutura abalada do meu é simplesmente um pequeno peso em carregar as coisas, dado o tanto de coisas que tenho nele.

Por esse motivo, estou na eminência de formatá-lo. Uuuuhhhh….Formatar….

Pois é, mas é fácil de saber que vou sim usar dos dotes do meu Marido Lindo. Atenção, eu disse que vou usar os dotes, não que ele vai fazer por mim! Ele vai me dar as instruções e eu vou fazer isso por conta própria! Pensa… Mesmo que com instruções, não conheço nenhuma mulher no meu ciclo de convivência que saiba como fazer isso. Isso não quer dizer que mulheres não saibam como fazer, acredito que tenham várias que devem fazer e, se bobear, melhor que muito homem. Mas no meu ciclo de convivência, acredito que elas mal saibam oque é isso ao certo. Normal! (espero que sim!)

Bom, creio que será uma experiência diferente e divertida pra mim. Gosto dos meus novos aprendizados na área Nerd. Como diz o Marido Lindo, sou a única mulher que ele conhece que já zerou alguns jogos geralmente destinados ao público masculino antes do próprio marido! (Não, não foi Mário, Sonic nem Donkey Kong, tá bom!!!) Vai ser legal poder usar o novo SO (lê-se “sistema operaciona”) da Apple, o Snow Leopard, e ver como se faz melhorar aquilo que já é, por uma boa parte, considerado o melhor!!! Vou pensar em algo bacana pra postar aqui depois da pequena mudança… Pode deixar.  #yeah,IdoMac!!!


Os pequenos detalhes fazem toda a diferença…

Heart Cups Of Coffee

Muitas vezes, pensamos que as coisas pequenas não são tão notadas… Aí que mora o perigo! Na verdade, esses detalhes são os que ás vezes salvam um relacionamento!

Tudo bem que você tenha muitos contatos a fazer, muitos projetos pra terminar e mais um dia inteiro de trabalho pra ajudar a apertar ainda mais o roteiro, mas isso não quer dizer que você está só nessa vida e não precisa olhar para os lados… Algumas vezes, uma ligação carinhosa, um email respondido, 15 minutinhos de atenção que venham por sua iniciativa já são o bastante pra não arruinar tudo e entrar em uma crise terrível com quem você mais ama… Jamais deixe que sua rotina demonstre outra prioridade. Enquanto sua pessoa amada tiver certeza de seu lugar em sua lista de prioridades, certamente você ficará bem, sem grandes preocupações. E o melhor é que isso não custa muito… Muitas vezes, poucos minutos são o bastante e você não vai ficar mais pobre por causa disso só vai ter a ganhar. Um abraço em que se possa sentir que é de vocês! Não correndo, com as mãos cheias de coisas como você, na maioria das vezes, está. É deixar de olhar bobeiras e comentar de vídeos insignificantes e trocar esses minutos que você usaria á toa pra mostrar ao seu amor que vocês são a coisa mais importante nesse mundo. É aproveitar que vocês tenham que sair, mesmo que seja pra ir no supermercado, e se ajeitar pra sair ao lado da sua pessoa amada, é passar o perfume favorito, só pra que possam ficar abraçadinhos, com o rosto bem juntinho do pescoço. É aproveitar cada segundo possível pra poder namorar. É não se empolgar demais e deixar seu amor de lado quando estão acompanhados de outros amigos, é saber ouvir ao invés de só falar, é saber acolher quando ver chorar ao invés de criticar as lágrimas… É compreender que as pessoas são completamente diferentes umas das outras e que ESSA é a grande magia de um relacionamento, mas que pra isso, é preciso compreensão de ambos os lados. É ajudar que sua pessoa amada não se sinta egoísta por, ás vezes, querer ficar com você mesmo que seja por apenas alguns minutos no seu intervalo de trabalho, mas saber que ela também te dá muito quando te ajuda a ter seu tempo de trabalho, mesmo que um pouco turbulento vez ou outra…

Como eu disse, isso não precisa ser tudo de uma só vez, levar horas e horas que você pensaria que podia estar trabalhando, mas pode ser feito aos poucos no decorrer dos dias. Acredito que se a sua pessoa amada também ame você o bastante pra reconhecer seu esforço, vai se satisfazer com os pequenos momentos e compreender que tudo isso que você está fazendo é para o bem de vocês… Não é difícil, mas requer atenção da sua parte. Resta saber até onde você se dispõe e quais são suas reais prioridades…

Fica a dica de quem faz parte de um casal que tem sim seus deslizes e momentos de dificuldades, mas que sempre se esforça, reconhece e dá a volta por cima!!!  #valeapenatentar!!!


Entradas Mais Antigas Anteriores